124

Prefeitura Municipal de Ituberá

Pular para o conteúdo

Secretária Municipal de Saúde e Coordenadora Epidemiológica informam sobre propostas na área e plano de vacinação para a COVID-19

14/01/2021 às 17h41

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


Nesta quinta-feira (14), a secretária municipal de saúde, Talita Abreu, e a coordenadora epidemiológica, Julivane Celino, estiveram na Rádio Litoral FM para entrevista sobre as propostas da pasta e a estruturação do plano de vacinação para a COVID-19 na cidade. Talita é enfermeira sanitarista e especializada em gestão de serviços de saúde, e Julivane é especialista em saúde pública com ênfase em PSF, vacinação e saúde coletiva.

A secretária de saúde e a coordenadora epidemiológica visitaram as unidades de saúde e já está programada a visitação na zona rural e litorânea na próxima semana. O atendimento com enfermeira e técnica de enfermagem na zona rural foi iniciado e com o médico está previsto para começar em breve. Há mais de um ano não ocorre atendimento odontológico no município, todas as cadeiras odontológicas se encontram sem reparos e sem materiais para realizar um atendimento básico necessitando de uma reestruturação, juntamente a uma demanda reprimida de atendimento e uma estrutura física defasada.

Nesse momento de pandemia é importante que o paciente compareça primeiro a uma Unidade Básica de Saúde (UBS), com a tentativa de resolver no bairro, e se houver a necessidade será encaminhado ao hospital municipal, evitando assim aglomerações.

“O olhar tá voltado pra pandemia, mas também tá para as outras necessidades, a demanda do cidadão não fica restrita a COVID. Temos atendimento de ortopedia no município, a demanda de psiquiatria aqui é muito grande, já começamos o atendimento com um segundo psiquiatra. Cirurgia, ginecologia e obstetrícia que começam na semana que vem”, informou a secretária de saúde, Talita Abreu.

Os números de casos positivos para o coronavírus têm aumentado, devido a intensificação da testagem em massa da população com a reformulação da sala de gripe, que permitiu maior número de testagens e acompanhamento dos pacientes.

“Já estamos nos estruturando em relação a campanha de vacinação contra a COVID-19, a priori o prefeito teve a intenção de fazer a aquisição dessas vacinas, desses imunobiológicos, particular. A gente fez contato com o Instituto Butantan pra garantir essa aquisição de primeira mão, pra ofertar a nossa população, mas infelizmente essas doses foram direcionadas para o Ministério da Saúde e a campanha será direcionada pelo Ministério. Nós já estamos nos organizando, fazendo levantamento de vacinadores, fazendo uma estrutura de vacinação na zona rural, a gente percebeu que a zona rural estava com coberturas vacinais deficientes, pois não havia acesso para fazer tanto atendimento, quanto vacinação”, comentou a coordenadora epidemiológica, Julivane.

Todas as unidades de saúde terão postos de vacinação e será feito um levantamento de outros locais, para não ocorrer aglomeração e administrar a vacina com segurança. Além dos idosos acamados, que poderão ser vacinados em domicílio, considerando a limitação física do paciente. Os grupos prioritários foram definidos pelo Ministério da Saúde, como idosos acima de 60 anos, profissionais da saúde, pessoas com doenças crônicas, entre outros.

Algumas demandas foram encaminhadas para divulgação na Rádio Litoral FM, como atendimento no posto de saúde em Itajaí, que iniciou na segunda-feira (04). Atendimento do médico urologista durante a manhã, que foi alterado visto que a maioria dos homens trabalham no período diurno, e a possibilidade será analisada. Reclamações recorrentes de vacinas atrasadas, transporte para outras cidades e regulação, a secretária informou que essas solicitações precisam ser encaminhadas para a Secretaria de Saúde, que aumentou a frota de carros e pacientes terão direito a um acompanhante.

Concluindo a entrevista, Julivane Celino, pediu que a população continue adotando as medidas de prevenção para COVID-19, utilizando máscaras, fazendo a higiene das mãos e evitando aglomeração, e que em breve teremos novas informações da campanha de vacinação.